CONSULTORIA DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO

  1. PPRA

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais, é um conjunto deações visando à preservação da saúde e da integridade/segurança dostrabalhadores, através de etapas que visam a antecipação, reconhecimento,avaliação (qualitativa / quantitativa) e consequente controle da ocorrência deriscos ambientais existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho,tendo em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

  1. No Brasil a legislação do trabalho obriga todas as empresas públicas eprivadas a elaborarem e implementarem o PPRA, além de manter umdocumento-base de registro dessas ações, que incluem:
    1. Levantamento dos riscos;
    2. Planejamento anual com estabelecimento de metas e prioridades;
    3. Cronogramas;
    4. Estratégia e metodologia de ação;
    5. Forma do registro, manutenção e divulgação dos dados;
    6. Periodicidade e forma de avaliação do desenvolvimento do PPRA.
  2. Obrigatoriedade: A lei define que todos empregadores e instituições queadmitem trabalhadores como empregados são obrigadas a implementar oPPRA. Em todas as atividades de trabalho onde haja vínculo empregatício, háa obrigação de implementação do programa, sejam: indústrias; fornecedoresde serviços; hotéis; condomínios; drogarias; escolas; supermercados; hospitais;clubes; transportadoras; magazines etc.
  • O não cumprimento das exigências desta norma estabelece penalidades quevariam de multas e até interdições.
  1. LTCAT

Laudo Técnico das Condições do Ambiente de Trabalho, é um documento estabelecido pelo Instituto Nacional do Seguro Social – INSS. Ele tem o objetivo de avaliar o ambiente de trabalho e determinar se o colaborador deve receber aposentadoria especial.

  1. Isso significa que todas as empresas precisamelaborar o LTCAT, se tiverem em sua força de trabalho funcionários devidamente registrados. Independentemente da presença de risco ou de agentes nocivos à saúde, os empregadores devem se atentar ao preenchimento do PPP para fins de adequação à nova legislação.
  1. PPP

Perfil Profissiográfico Previdenciário- constitui-se em um documento histórico-laboral do trabalhador que reúne, entre outras informações, dados administrativos, registros ambientais e resultados de monitoração biológica, durante todo o período em que este exerceu suas atividades na respectiva empresa. Assim o PPP é um documento que comprova os fatores de riscos que o segurado exerceu. Essas informações servem para comprovar a atividade especial, dando o direito ao segurado de receber a aposentadoria especial ou converter o tempo especial para o tempo comum (para a aposentadoria por tempo de contribuição).

 

  1. PCMSO

O Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional é regulamentado pela norma nº 07 do Ministério do Trabalho e Emprego. Ela estabelece a obrigatoriedade de criação e implementação, por parte das empresas empregadoras, do PCMSO com a finalidade de promover e preservar a saúde de seus colaboradores.  Ela estabelece a obrigatoriedade de criação e implementação, por parte das empresas empregadoras, elevisa implementar nas empresas o controle de saúde dos trabalhadores em relação ao trabalho desenvolvido, as condições ambientais e a proteção contra aspectos insalubres que possam comprometer a saúde e o tempo de vida útil dos trabalhadores.

 

Visitas In loco = Visitas técnicas do técnico em segurança do trabalho ou tecnólogo, nos ambientes de trabalho onde fiscaliza as funções dos trabalhadores bem como o uso de EPIS, deixando tudo dentro das regularidades, seguindo todas as Normas Regulamentadoras que competem ao cargo, em horário de suas atividades.

  1. CIPA

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes é um instrumento que os trabalhadores dispõem para tratar da prevenção de acidentes do trabalho, das condições do ambiente do trabalho e de todos os aspectos que afetam sua saúde e segurança, é uma comissão composta por representantes dos empregados “empossados através de eleição” e por representantes do empregador “indicados pela empresa”.

  1. SIPAT

Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho. Isso porque ela representa o período onde são realizadas atividades direcionadas à prevenção de acidentes e doenças ocupacionais. O principal objetivo da SIPAT é fazer com que os trabalhadores tomem conhecimento dos riscos ocupacionais que estão submetidos e dos devidos cuidados que devem ter, diariamente, no exercício da função.

Objetivos

 1 – Divulgar, orientar e promover a prevenção de acidentes, segurança e saúde no trabalho.

 2 – Resgatar as orientações de segurança que podem ser “esquecidas” no dia a dia, para que todos os funcionários pratiquem segurança.

OBS: SIPAT surge como obrigatória anualmente na última semana de novembro. … Palestras para SIPAT e atividades de capacitação em segurança no trabalho podem ser realizadas por membros do SESMT ou da CIPA, ou empresas que ofereçam serviços que atendam a necessidade de comunicação de tais temas para os funcionários.

  1. TREINAMENTOS

TCPI = Treinamento de Prevenção e Combate à Incêndio- 05hs. Objetivo: Capacitar funcionários na atuação de prevenção de Incêndios de acordo com a RT 14- exigência do Corpo de bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul.

APH = Atendimento Pré Hospitalar – Primeiros Socorros. Este curso objetiva ensinar os fundamentos do atendimento pré-hospitalar, como: Condições básicas de prestar os primeiros socorros.

BLS = Curso de Suporte Básico de Vida (SBV) em parceria técnico-científica com a American Heart Association (AHA). O BLS é utilizado para treinamento de equipes de profissionais de saúde com o intuito de reduzir a morte e a incapacitação por doenças cardiovasculares.

Perfurocortante= O objetivo do Treinamento é instruir os profissionais da área da saúde quanto às diretrizes para implementação de um Plano de Prevenção de Riscos de Acidentes com Perfurocortantes, tendo essa probabilidade de exposição a agentes biológicos.

 Biossegurança =Com o treinamento, os colaboradores conheceram os agentes de riscos (químico, físico, biológico, ergonômico e de acidente); a paramentação e desparamentação correta dos EPI’s (equipamento de proteção individual); resíduos químicos e biológicos; e o fluxo de acidente do trabalho.

Lei Lucas = Em 4 de Outubro de 2018 foi sancionada a Lei N° 13.722 que torna indispensável o treinamento de professores e funcionários de escolas públicas ou privadas no curso de primeiros socorros. De maneira anual, o curso deve capacitar ou reciclar os profissionais que lidam com crianças todos os dias.

Trabalho em Altura = O chamado treinamento NR-35 é uma capacitação que visa preparar os colaboradores para exercer suas funções em alturas. Todo colaborador que trabalha acima de 2 metros de altura deve realizar este treinamento, sem exceções.

Operador de Máquinas Pesadas = O Curso Operador de Máquinas Pesadas NR 11 tem como objetivo capacitar o profissional na operação de máquinas pesadas, com eficiência e seguindo as normas de segurança. Visando a saúde de seus colaboradores e a execução dos trabalhos utilizando métodos apropriados e precisos.

Motivacionais = O treinamento motivacional nada mais é do que tipo de treinamento e desenvolvimento que tem o objetivo de aumentar o engajamento e interesse dos colaboradores na organização.

 

Os treinamentos serão realizados por instrutores capacitados e com emissão de certificados.

 

A empresa consta com trabalho de Tecnólogo em segurança do Trabalho, Técnico em segurança do Trabalho, Engenheiro do Trabalho, Médico do trabalho técnico de enfermagem e enfermeiro todos com registros e com suas qualificações.